POR QUE MALDADE SE ESCREVE COM “L”?

POR QUE MALDADE SE ESCREVE COM “L”?

 

Professora, se BEM é o contrário de MAL e BOM é o contrário de MAU, por que o contrário da BONDADE é MALDADE (com L) e não MAUDADE (com U)?

 

Pergunta boa, não acham?

 

O raciocínio do internauta que me enviou a pergunta acima é perfeito. Vejam:

 

De LEAL, faz-se LEALdade;

 

De BOM, faz-se BONdade;

 

Por essa lógica, de MAU, faríamos MAUdade!

 

Ocorre que a palavra MALDADE vem do latim MALITATE. (Note o L aí na palavra latina!!!!)

 

Essa palavra sofreu metaplasmos (mudanças na forma). A perda do I é chamada de síncope (perda de um fonema no meio da palavra). A mudança do T por D, por sua vez, recebe o nome de sonorização (que consiste na passagem de uma consoante surda à sua homóloga sonora (consoantes homorgânicas). Esse fenômeno é um metaplasmo bastante comum na história da língua e normalmente ocorre quando a consoante surda está em posição intervocálica (pacare – pagar / acetu – azedo / maritu – marido).

 

Ah… e só como curiosidade  – e também para entender o que seria aparentemente uma incoerência ortográfica – a própria palavra MAU já teve um L (a forma latina malu sofreu síncope e perdeu o L, daí veio “mau”). Isso explica a presença do L em palavras semanticamente associadas a “mau”, como “malitate”, que virou “maldade”, “malvado”, “maldoso”.

 

Conhecer um pouquinho da história da língua nos ajuda a entender as coisas, né?

 

Por hoje é só.

 

Um beijo,

 

Prof.ª Dr.ª Patrícia Corado

Nenhum comentário

Postar um comentário