EXERCÍCIOS – PERÍODO COMPOSTO

01.(FCMSC-SP) Por definição, oração coordenada que seja desprovida de conectivo é denominada assindética. Observando os períodos seguintes:

 

I. Não caía um galho, não balançava uma folha.

II. O filho chegou, a filha saiu, mas a mãe nem notou.

III.      O fiscal deu o sinal, os candidatos entregaram a prova. Acabara o exame.

 

Nota-se que existe apenas coordenação assindética em:

 

a) I apenas

b) II apenas

c) III apenas

d) I e III

e) Nenhum deles.

 

02. (UFAL) Qual o período em que a vírgula está separando uma oração com ideia de explicação?

 

a) “Não se preocupe, que breve estarei de volta.”

b) “Não poderei comparecer; portanto, não contem com a minha presença.”

c) “O animal tinha descido com o senhor, ou tinha ficado na ribanceira.”

d) “Encontrei a gaveta trancada; logo, não pude pegar os documentos.”

e) “Já estamos sem dinheiro; devemos, pois, retornar logo.”

 

03. “Lembro-me de que ele só usava camisas brancas.” A oração sublinhada é:

 

a) subordinada substantiva completiva nominal

b) subordinada substantiva objetiva indireta

c) subordinada substantiva predicativa

d) subordinada substantiva subjetiva

e) subordinada substantiva objetiva direta

 

04. As orações subordinadas substantivas que aparecem nos períodos abaixo são todas subjetivas, exceto:

 

a) Ele não sabe como perdeu a carteira.

b) É muito bom que o homem, vez por outra, reflita sobre sua vida.

c) Decidiu-se que o petróleo subiria de preço.

d) Perguntou-se ao diretor quando seríamos recebidos.

e) Convinha-nos que vocês estivessem presentes à reunião.

 

05. (SANTA CASA) A palavra “se” é conjunção integrante em qual das orações seguintes?

 

a) Ele se mordia de ciúmes pelo patrão.

b) A Federação arroga-se o direito de cancelar o jogo.

c) O aluno fez-se passar por doutor.

d) Precisa-se de operários.

e) Não sei se o vinho está bom.

 

06. (UFSCAR) O “que” não é pronome relativo na opção:

 

a) Não há mina de água que não o chame pelo nome, com arrulhos de namorada.

b) Não há porteira de curral que não se ria para ele, com risadinha asmática de velha regateira.

c) “Me espere em casa, que eu ainda vou dar uma espiada na novilhada parida da vereda.”

d) “Tenho uma corrente de prata lá em casa que anda atrás de uma trenheira destas para pendurar na ponta.”

e) “Quem seria aquele sujeito que estava de pé, encostado ao balcão, todo importante no terno de casimira?”

 

07. (UE PONTA GROSSA-PR) “Quando o enterro passou / Os homens que se achavam no café / Tiraram o chapéu maquinalmente” (Manuel Bandeira).

 

A oração destacada é:

 

a) subordinada adverbial condicional

b) coordenada sindética adversativa

c) subordinada substantiva subjetiva

d) subordinada substantiva objetiva direta

e) subordinada adjetiva restritiva

 

08. (FUVEST) No período: “Era tal a serenidade da tarde, que se percebia o sino de uma freguesia distante, dobrando a finados.”, a segunda oração é:

 

a) subordinada adverbial causal

b) subordinada adverbial consecutiva

c) subordinada adverbial concessiva

d) subordinada adverbial comparativa

e) subordinada adverbial subjetiva

 

09. (FLMPR) No período “Embora lhe desaprovassem a forma, justificavam-lhe a essência”, podemos afirmar que ocorre uma oração:

 

a) coordenada explicativa

b) coordenada adversativa

c) subordinada adverbial conformativa

d) subordinada adverbial concessiva

e) subordinada integrante

 

10. “Aquele homem que está na rua sente fome.” A oração subordinada desse período é:

 

a) adjetiva explicativa

b) adjetiva restritiva

c) substantiva predicativa

d) adverbial locativa

e) substantiva subjetiva

 

11. Procurando se ater ao código abaixo, relacione a segunda coluna de acordo com a primeira:

 

(A) oração subordinada objetiva direta

(B) oração subordinada completiva nominal

(C) oração subordinada objetiva indireta

(D) oração subordinada subjetiva

(E) oração subordinada predicativa

 

(   ) Ninguém desconfiava de que as decisões já estavam tomadas.
(   ) Chegamos à conclusão de que nosso passeio não acontecerá.
(   ) O problema é que não confio em você.
(   ) O barulho constante não permite que os moradores vivam tranquilos.
(   ) Decidiu-se que as novas mercadorias teriam um novo valor.

 

12. Só não funciona como sujeito da oração principal a subordinada da alternativa:

 

a) É claro que eles virão.

b) Acontece que ela mentiu.

c) Sabe-se que é um golpe de mestre.

d) O fato é que tudo morre.

e) Pelo visto, parece que vai chover muito.

 

13Essa mulher é tão antipática que ninguém a suporta. A oração em destaque é:

 

a) subordinada adjetiva restritiva.

b) subordinada substantiva completiva nominal.

c) subordinada substantiva predicativa.

d) subordinada adverbial causal.

e) subordinada adverbial consecutiva.

 

14.“Se ele vai passar no vestibular não se sabe ainda.A oração destacada é:

 

a) subordinada substantiva completiva nominal.

b) subordinada substantiva objetiva direta.

c) subordinada substantiva objetiva indireta.

d) subordinada substantiva subjetiva.

e) subordinada adverbial condicional.

 

15.Nem sempre se professou que a terra fosse redonda.” No texto, a oração destacada que é:

 

a) substantiva objetiva direta.

b) substantiva predicativa.

c) substantiva objetiva indireta

d) substantiva subjetiva.

e) substantiva completiva nominal.

 

16. As orações em destaque estão corretamente classificadas na alternativa:

 

“O futuro é uma espécie de banco ao qual vamos remetendo, um a um, os cheques de nossas esperanças. Ora, não é possível que todos os cheques sejam sem fundo“.

 

a) Subordinada adjetiva explicativa na 1ª oração/ subordinada adjetiva restritiva na 2ª.

b) Subordinada adjetiva restritiva na 1ª oração/ subordinada adjetiva explicativa na 2ª.

c) Subordinada adjetiva explicativa tanto na 1ª oração quanto na 2ª.

d) Subordinada adjetiva restritiva tanto na 1ª oração quanto na 2ª.

e) Apenas uma das orações analisadas é subordinada adjetiva.

 

17. (SERCTAM / 2016) “Deve existir nos homens um sentimento profundo que corresponde a essa palavra LIBERDADE, pois sobre ela se têm escrito poemas e hinos, a ela se têm levantado estátuas e monumentos, por ela se tem até morrido com alegria e felicidade.” (Cecília Meirelles)

 

A primeira oração do fragmento classifica-se como:

 

a) Oração Subordinada Principal.

b) Oração Coordenada Sindética.

c) Oração Principal.

d) Oração Coordenada Assindética.

e) Oração Subordinada Adverbial Final.

 

18. (Câmara de Mongaguá / 2016) “Era verdadeque havia alguns cangaceiros…”

 

A oração em destaque é subordinada:

 

a) Adjetiva restritiva.

b) Adjetiva explicativa.

c) Substantiva explicativa.

d) Substantiva objetiva direta.

e) Substantiva subjetiva.

 

19. (FUNRIO / 2016) “O presidente do Fed de Richmond, Jeffrey Lacker, afirmou ontem que a inflação será o fator essencial para determinar quão agressivamente o banco central americano aumentará os juros nos próximos anos.” (VALOR ECONÔMICO, 08 de janeiro de 2016)

 

A última oração do período acima é classificada sintaticamente como

a) subordinada adverbial final.

b) subordinada adjetiva restritiva.

c) subordinada adverbial comparativa.

d) subordinada adverbial proporcional.

e) subordinada substantiva objetiva direta.

 

20. (FUNRIO / 2016) As comunicações que partem dos órgãos públicos federais devem ser compreendidas por todo e qualquer cidadão brasileiro. Para atingir esse objetivo, há que evitar o uso de uma linguagem restrita a determinados grupos. Não há dúvida de que um texto marcado por expressões de circulação restrita, como a gíria, os regionalismos vocabulares ou o jargão técnico, tem sua compreensão dificultada. (Manual de Redação da Presidência da República)

 

Sobre o trecho transcrito acima é correto afirmar que seu terceiro período tem uma oração

a) subordinada adjetiva.

b) reduzida de particípio.

c) subordinada adverbial.

d) coordenada assindética.

e) subordinada substantiva.

 

GABARITO

1. d

2. a

3. b

4. a

5. e

6. c

7. e

8. b

9. d

10. b

11. sequência: (c); (b); (e); (a); (d)

12. d

13. e

14. d

15. d

16. e

17. c

18. e

19. e

20. e

Tags
Concurso, Exercícios, Língua Minha, Período Composto, Questões
37 Comentários
  • Lucas Barreto
    Postado 16:10h, 14 junho Responder

    Boa tarde, eu tenho um amigo professor que afirma que a resposta da questão 13 é a letra “d”. Eu gostaria de saber se ele está certo ou se realmente a resposta é a letra “e”. Abraço .

    • Língua Minha
      Postado 21:18h, 20 julho Responder

      Lucas, “que ninguém suporta” é a consequência de “essa mulher é tão antipática” e não a causa.
      Um abraço,
      Patrícia

  • Marcos Silva
    Postado 08:37h, 18 junho Responder

    Cheguei a conclusão que a resposta correta é a letra E devido ao conectivo tão…que ( adverbial consecutivo)

  • Iolanda Barros
    Postado 16:59h, 25 setembro Responder

    Boa tarde, eu não entendi porque a resposta da questão 15 é letra D, você poderia me explicar por favor?

    • Língua Minha
      Postado 07:12h, 26 setembro Responder

      Bom dia! Porque, nesse caso, tem-se uma voz passiva sintética na oração principal (se professou), de tal modo que o sujeito é paciente, ou seja, o sujeito não é quem professou (ativo), mas o que foi professado (passivo). Na sentença em questão o que foi professado é “que a terra fosse redonda”. Por isso a oração é subjetiva.

  • Nickolly
    Postado 16:36h, 27 setembro Responder

    Boa tarde! Eu não entendi pq a resposta da questão dois é letra a

    • Língua Minha
      Postado 18:36h, 27 setembro Responder

      Porque, nesse caso, a oração que vem após a vírgula é uma oração coordenada explicativa. Na letra b, a oração coordenada é conclusiva; na letra c, é alternativa; na letra d, é conclusiva; na letra e, é conclusiva também. Assim, a única alternativa que atende ao que se propõe no enunciado é a letra a.

  • Cecidiojr
    Postado 23:59h, 08 outubro Responder

    Tenho uma dúvida em relação a primeira questão, porque a resposta não é a letra d

    • Língua Minha
      Postado 17:00h, 04 novembro Responder

      Não entendi a sua dúvida! A resposta é a letra d. Veja o gabarito.
      Abraço,
      Patrícia

  • lyvson Gabriel
    Postado 14:17h, 25 novembro Responder

    muito bom, mas não entendi 17

    • Língua Minha
      Postado 10:00h, 07 dezembro Responder

      Em “Deve existir nos homens um sentimento profundo que corresponde a essa palavra LIBERDADE, pois sobre ela se têm escrito poemas e hinos, a ela se têm levantado estátuas e monumentos, por ela se tem até morrido com alegria e felicidade.” , a primeira oração “Deve existir nos homens um sentimento profundo” é a oração principal porque ela não tem marcas de subordinação e é a oração mais “autônoma” do período.

  • Benedito Gama
    Postado 10:51h, 05 dezembro Responder

    A questão 18, o sujeito não seria “verdade” e ele não está na oração principal ?

    • Língua Minha
      Postado 09:53h, 07 dezembro Responder

      Benedito, quando temos elementos substantivos mediados por verbo de ligação, não serão raras as dúvidas acerca de quem ocupa o papel do sujeito (termo necessariamente substantivo) e quem ocupa o papel do predicativo (termo que pode ser substantivo). Nesse caso, por uma questão didática, defendo que a prioridade para a função essencial (a de sujeito) será da oração substantiva quando o substantivo da oração principal estiver posposto ao verbo, sobretudo quando for claro o viés qualificador desse substantivo, como é o caso, em que “verdade” tem o sentido de “verdadeiro”, sendo, portanto, um predicativo. Seria diferente se tivéssemos “A verdade era que havia…”. Aí sim, eu classificaria “a verdade” como sujeito e a oração subordinada como um predicativa. Entendeu? Obrigada sua visita e por nos enviar suas dúvidas!
      Um abraço

  • Lane Sousa
    Postado 10:33h, 18 dezembro Responder

    A questao 13, as alternativas E e D não estariam erradas em escrever que elas são substantivas?

    • Língua Minha
      Postado 16:30h, 18 dezembro Responder

      Sim, Lane. A palavra “substantiva” estava no lugar da palavra “subordinada”. Já corrigimos. Obrigada!

  • Glenda Tavares
    Postado 19:24h, 12 fevereiro Responder

    Perfeito muito obrigada professora!

  • Elane Sousa
    Postado 09:59h, 12 março Responder

    Na questão 16, alternativa e: a 1° é subordinada adjetiva restritiva e a 2° é subordinada substantiva subjetiva?

  • maria medeiros
    Postado 17:58h, 25 abril Responder

    Me ajudou muito, obrigado.

  • Elane Sousa
    Postado 10:16h, 03 junho Responder

    Nao entendi a 19. Qual é a ultima oraçao?

    • Língua Minha
      Postado 19:09h, 15 junho Responder

      “quão agressivamente o banco central americano aumentará os juros nos próximos anos”

  • Carol Dinat
    Postado 16:30h, 25 junho Responder

    ola,boa tarde. Nao entendi porque a resposta da numero 1 e a alternativa d mas nao b

    • Língua Minha
      Postado 05:45h, 05 julho Responder

      Porque na I e na II (letra d) as orações não têm síndeto. São assindéticas.

  • Larissa Moreira
    Postado 21:10h, 23 setembro Responder

    Não entendi a questão 14.
    Para mim, a resposta seria B pois como “se”, na segunda oração, é índice de indeterminação do sujeito, o sujeito é indeterminado. Não precisando, portanto, recorrer a oração subordinada para completar o sentido da frase em relação ao sujeito.
    Mesmo sendo índice de indeterminação do sujeito, a oração pode ser subjetiva?

  • Rosana Pereira Martins
    Postado 11:28h, 16 outubro Responder

    Poderia explicar por favor a questão nº 20?

    • Língua Minha
      Postado 17:25h, 16 outubro Responder

      Oi! O último período do fragmento é ” Não há dúvida / de que um texto marcado por expressões de circulação restrita, como a gíria, os regionalismos vocabulares ou o jargão técnico, tem sua compreensão dificultada”. Note que a primeira oração é a principal; a segunda poderia ser substituída por DISSO, não é? Então, trata-se de uma oração subordinada substantiva. Por isso a alternativa correta é a letra E. Entendeu?
      Um abraço,
      Patrícia

  • Davi Trindade
    Postado 16:40h, 04 abril Responder

    Poderia me explicar a questão 10?
    Achei que a resposta fosse letra D

  • Gabriela Ruiz
    Postado 11:53h, 28 junho Responder

    poderia me explicara a questão 19 por favor?

    • Língua Minha
      Postado 05:51h, 05 julho Responder

      Em “O presidente do Fed de Richmond, Jeffrey Lacker, afirmou ontem que a inflação será o fator essencial para determinar quão agressivamente o banco central americano aumentará os juros nos próximos anos.”, a última oração é “quão agressivamente o banco central americano aumentará os juros nos próximos anos”. Note que é uma oração substantiva (você consegue, inclusive, trocar a oração inteira pelo pronome ISSO). Sendo uma oração substantiva, você deverá ver qual é a função sintática que ela exerce em relação à sua OP. Observe que ela completa o VTD (determinar), portanto, a oração funciona como um OD. Assim, temos uma oração subordinada substantiva objetiva direta. Entendeu?

  • Maria Duarte
    Postado 21:05h, 01 julho Responder

    Oi, professora, gostei muito desse espaço. Parabéns por sua iniciativa e pela disposição em responder as dúvidas dos alunos!

  • SIMONE
    Postado 00:06h, 22 outubro Responder

    Poderia me explicar por que na questão 1 a reposta é a letra B (I e II), visto que, na segunda alternativa tem o conectivo “mas”.

Postar um comentário