Complemento nominal x adjunto adnominal

Home Fóruns Pergunte ao Língua Minha aqui! Complemento nominal x adjunto adnominal

Visualizando 4 respostas da discussão
  • Autor
    Posts
    • #16925 Responder
      Rogerio Carneiro Campello
      Convidado

      Boa tarde, professora, minha dúvida é sobre a pergunta a ser feita para saber se, num período, o que se tem é complemento nominal ou adjunto adnominal. Tem horas em que fica difícil encaixar a pergunta. Estou estudando para a prova do IBGE e ¼ dela (15 questões) é Português.
      “A decisão do juiz favoreceu o réu”.
      A decisão do juiz. É o juiz que decide ou o juiz “é decidido” (por assim dizer)? É o juiz que decide, o juiz é agente, é adjunto adnominal. Tudo bem. Mas já fica uma pergunta estranha.
      “Imagine reunir um grupo diverso de pessoas toda quinta-feira”. Esse “de pessoas” é adjunto adnominal com relação a “um grupo”. O professor do vídeo a que eu assisti disse isso, é a especificação do grupo, um tipo de grupo. E esse tipo caracteriza adjunto adnominal. Mas essa solução não se enquadra no esquema agente (adjunto adnominal)/paciente (complemento nominal). Como eu faço a pergunta aqui? Dá pra fazer? Seria “é o grupo que são as pessoas ou as pessoas que são o grupo”? Fica difícil. A pergunta é estranha. De qualquer forma, as pessoas é que são o grupo, então as pessoas são o agente, é adjunto adnominal. Mas fica meio forçado, não dá muito para separar “grupo” de “pessoas”. Como seria a saída?
      Pergunto porque para mim é muito mais fácil distinguir o complemento do adjunto através desse esquema agente/paciente. Se fosse sempre assim…

    • #16926 Responder

      Rogério, como eu explico na postagem https://www.linguaminha.com.br/artigos/adjunto-adnominal-x-complemento-nominal/, você só aplicará o “esquema” agente/paciente se a expressão preposicionada (complemento ou adjunto) se referir a um substantivo abstrato. No exemplo apresentado por você, “de pessoas” faz referência ao substantivo concreto “grupo”, portanto não poderia ser Complemento Nominal, uma vez que a referência do CN será sempre a substantivos abstratos, adjetivos ou advérbios.

    • #16927 Responder
      Rogerio Carneiro Campello
      Convidado

      Obrigado. E sua postagem é ótima, você vai a todas as minúcias. E gostei da piada sobre o governo.

    • #16929 Responder
      Rogerio Carneiro Campello
      Convidado

      Só mais uma pergunta, sem querer ser chato. Você diz que “grupo” é um substantivo concreto. Concordo que um grupo de pessoas é algo bem concreto. Mas e um grupo de hipóteses? Será que posso concluir que os substantivos só podem ser definidos como concretos ou abstratos dependendo do contexto?

    • #16931 Responder

      Na verdade, a “inconcretude” de grupo de hipóteses não está no substantivo “grupo” e sim no substantivo “hipóteses”. Quanto à sua conclusão, acho que a consideração do contexto é fundamental sim, não apenas para a diferenciação entre substantivos concretos e abstratos, mas para muitas outras questões.

Visualizando 4 respostas da discussão
Responder a: Complemento nominal x adjunto adnominal
Sua informação: