Responder a: Complementos indiretos ou circunstanciais?

Home Fóruns Pergunte ao Língua Minha aqui! Complementos indiretos ou circunstanciais? Responder a: Complementos indiretos ou circunstanciais?

#16696

Oi, Diogo! Sua perguntas são sempre muito bem-vindas!
O assunto, de fato, é controverso… Na minha opinião, você está certo. Nas duas primeiras análises, temos verbos intransitivos que pedem os chamados “complementos circunstanciais”. É importante que tenhamos em mente que, para alguns verbos intransitivos, o clássico adjunto adverbial é uma estrutura de caráter completamente acessório (Eu dormi no Rio de Janeiro), ao passo que, para outros, esse caráter é mais complementar (Eu moro no Rio de Janeiro). O didatismo nos faz classificar igualmente “dormi” e “moro”, sendo ambos intransitivos, apesar de haver claras diferenças entre esses verbos no que se refere à relação com o elemento circunstancial (no Rio de Janeiro).
Quanto ao último exemplo “José olhou para o professor”, temos um verbo transitivo porque a natureza do complemento é substantiva. Note que seria perfeitamente possível, nesse caso, eliminar a preposição, o que, na minha análise, prova que o substantivo “professor” não assume posição acessória na sentença, mantendo-se em uma casa sintática substantiva (objeto).
Entendeu? Caso permaneça com alguma dúvida, fique à vontade para dar continuidade às perguntas dentro deste fórum.
Um abraço,
Patrícia